Apresentação

No princípio a idéia era escrever e publicar um livro. A intenção ganhou forma, transformando-se numa coletânea de pequenas histórias, inspiradas na vida real e pessoal, sempre, ou quase sempre, relacionadas à culinária.

A introdução do pretenso livro, abaixo transcrita, foi escrita por mim há doze anos, arquivada e esquecida entre outros alfarrábios. Passados estes anos foi, por acaso, encontrada e, inusitadamente, o desejo acalentado, já adormecido, despertou e realimentou a idéia e a vontade de socializar seu conteúdo.

O tempo transcorrido trouxe, em seu arcabouço, o inevitável progresso tecnológico e, o que a princípio poderia ser publicado em forma de livro, transformou-se neste espaço virtual, confeccionado, com o carinho e a dedicação de dois de meus filhos, formados na área da ciência da computação. A eles o meu amor incondicional e agradecimento oportuno e necessário.

Esta era a introdução:

“A concepção deste livro teve seu lugar em minha cozinha. Foi gestado na mesma cozinha e nasceu também lá quando finalmente me dispus a por no papel a idéia concebida e acalentada, revezando-me entre as panelas e um bloco de anotações.

Nasceu também da necessidade de socializar uma experiência acumulada ao longo de aproximadamente quarenta  anos, aperfeiçoada na base do erro e acerto e da persistência sustentada pelo firme propósito de não desistir, porque, se assim fosse, esta obra não seria jamais concretizada.

Um breve histórico faz-se necessário.

Iniciei minha vida como dona de casa, recém-casada, sem nenhuma experiência de forno e fogão. Estudante do curso Normal e professora primária desde os dezesseis anos, não tive muito tempo e estímulo, nem muita vontade para praticar a arte de bem cozinhar.

Aos vinte anos, já casada, a necessidade me impunha tal experiência.

Comecei. Errei, persisti e, entre erros e acertos, descobri o mundo maravilhoso da cozinha.

Cozinhar é arte. Arte que não se copia mas se recria e se transforma nas mãos de novos artistas. A exemplo disto, se for dada à várias pessoas a mesma receita para ser executada, ter-se-á como resultado o mesmo prato de vários sabores, como que a demonstrar que cada qual imprimiu sua arte pessoal, que em sua expressão prescinde de criatividade, dedicação e amor.

Cozinhar é também um ato de amor. Amor pelos seus familiares, amor pelos alimentos, células vivas que nos nutrem  mantendo-nos fortes e saudáveis e, por conseqüência, amor pela obra divina do criador.

Por isso é válido afirmar que o ingrediente básico da arte de bem cozinhar é o amor. E é com amor que dedico esta obra a todas (os) aquelas (es) que no afã de bem cozinhar ousaram começar.”

Crônicas Culinárias”: Além de abordar os procedimentos básicos, minuciosamente explicados, que pretendem  demonstrar que cozinhar é fácil e natural, bastando seguir as orientações recomendadas e relacionadas,  também tem a pretensão de rememorar fatos pessoalmente vividos e relacionados com o cotidiano culinário.

A socialização desta experiência é  um sonho concretizado e também um ato de coragem, pois está intimamente ligado à minha vida pessoal e particular. Creio que este é o motivo pelo qual tanto tempo transcorreu até que a ideia  fosse aqui apresentada.

É oportuno destacar que este espaço virtual oportuniza a interação entre o autor e o leitor, cuja  dinâmica propicia a motivação necessária em qualquer empreendimento de sucesso.

Sejam bem vindos!

  1. Elisa disse:

    Querida amiga Eva Eme!

    Fiquei imensamente contente ao ver o seu BLOG “no ar”!

    Tenho absoluta certeza de que todas as receitas devem ser maravilhosamente deliciosas, pois contém um ingrediente fundamental, aquela palavrinha mágica que, conforme você mesma já me ensinou é o tempero imprescindível, não só na cozinha, mas em nossa vida – o AMOR !!!!!!!!!

    Assim, sei que o seu sucesso será eternizado, porque está recheado deste sentimento especial!!!!!!!

    Agradeço a Deus por tê-la como minha amiga-irmã!

    Mais uma vez PARABÉNS!!!!!!!!!!!!

    Um abraço carinhoso com AMOR da sua amiga Elisa

    • Eva Eme disse:

      Querida Elisa,
      Agradecida pelo carinho, incentivo constante e, principalmente, pela amizade incondicional.
      Agradeço igualmente ao Criador, por ter me agraciado com amizades especiais, a exemplo da sua.
      Graças,
      Eva Eme

  2. Sandra Elisa de Oliveira da Rosa disse:

    Parabéns. Você sempre me surpreende.

  3. Luciana disse:

    A escolha de partilhar ensinamentos com carinho e afeto só poderia mesmo partir de uma pessoa como você. Diante disto, só posso agradecer a Deus por me oportunizar nessa caminhada, muitas vezes tão difícil e tortuosa, a alegria de ter convivido com suas orientações e sua amizade.
    Parabéns,

    Luciana.

  4. nashira gerent disse:

    Oi, passei algum tempo me deliciando com as fotos e absorvendo as receitas que estão passadas de maneira muito pratica (facil até para que uma leiga como eu consiga se aventurar – depois eu conto como foi). Gostei da ideia, gostei da iniciativa e gostei do que vi. Agora estarei sempre por aqui.
    Parabens sobre sua clareza sobre tudo aquilo que é realmente importante na vida: os pequenos acontecimentos dos quais a grande maioria se nega a perceber.
    Saiba que pra mim voce é um grande exemplo.
    beijos

    • Eva Eme disse:

      Querida Nashira,
      Despertar o interesse por este blog, de jovem como você, por si só é gratificante. É prova irrefutável de que o interesse culinário está presente em todas as idades, bastando, para alcançar o sucesso, desenvolver com perseverança as habilidades. No relato das receitas, tive a preocupação de fazê-lo didaticamente para que as dúvidas fossem minimizadas.
      Tenho carinho especial por você menina guerreira.
      Graças,
      Eva Eme

  5. Isabel disse:

    Querida Eva Eme,

    Estou esplendidamente orgulhosa pela concretização de seu desejo, não em um livro publicado, préviamente pensado, mas em um blog capaz de atingir milhares de pessoas, e ainda mais, se deliciarem com suas receitas temperadas e postadas com tanto amor e carinho.
    Amiga do Coração!!!!!! Parabéns pela iniciativa e criatividade.
    Sucesso nesse desafio e obrigada pela socialização dessas especialidades feitas por essas mãos maravilhosas, que com certeza enriquecerão o mundo gastronômico e irão satisfazer os mais apurados paladares.
    À você, um beijo carinhoso,
    Isabel

    • Eva Eme disse:

      Isabel querida,
      Tuas palavras me comovem e quase me convencem. Seu coração é generoso amiga. O que posso declarar é que me esforço ao máximo para obter resultados positivos nas ações de minha iniciativa ou naqueles em que sou coadjuvante. Nem sempre tudo é possível, no entanto o possível é suficiente para sermos felizes.
      Graças pelo carinho e atenção.
      Eva Eme.

  6. Vera e Tacila disse:

    Eva Eme,

    Adoramos o blog, estamos entrando sempre para acompanhar as receitas.
    Hoje iremos “colocar em prática” o molho ao pesto.

    Beijos de todos aqui em casa!

  7. Eva Eme disse:

    Queridas Vera e Tacila,
    Quando mãe e filha se reunem para cozinhar, é, no caso específico, sinal de que o fruto não cai longe da árvore. Como conheço os dotes culinários da mãe, com certeza o tempo revelará os dotes da filha. Parabéns a ambas pelo gosto culinário. Amo vocês todos, estamos com saudades do convívio fraterno.
    Graças,
    Eva Eme

  8. regina célia disse:

    Só hoje12/01/2012, que conheci este blog adorei.Minha filha e minha irmã tem um restaurantes,elas vão adorar também conhecê-lo,

  9. Eva Eme disse:

    Querida Regina Célia,
    É deveras importante contribuir, mesmo que modestamente, no cotidiano culiário de pessoas que cultivam a arte de cozinhar. Fico feliz em interagir com você.
    Graças,
    Eva Eme

Bolo “Red Velvet”

Ingredientes: Massa: 2 1/4 xícara (chá) farinha de trigo 1/4 xícara (chá) cacau em pó 1/2 colher (chá) sal 8 colheres (sopa) manteiga sem sal em temperatura ambiente 1 1/2 xícara (chá) açúcar 2 ovos em temperatura ambiente 2 colheres (sopa) corante vermelho em gel 1 colher (chá) extrato de …

Pão de cebola com azeitonas

Ingredientes: 300 gramas de farinha de trigo 120 ml. de água morna 2 gemas 2 colheres rasas (sopa) de manteiga em temperatura ambiente (consistência de pomada) 1 cebola processada 2 dentes de alho triturados 50 gramas de azeitonas verdes picadas 1 colher (sopa) de orégano 1 colher rasa (sopa) de …

Crepe de Ricota e Bacon

Esta é uma versão salgada de crepe. A sugestão aqui apresentada para o recheio é só mais uma opção. No entanto, a combinação dos sabores destes ingredientes é muito delicada e agradável ao paladar. Experimente! Ingredientes: Para a massa básica: 100 gramas de farinha de trigo 01 ovo mais uma …

Sopa de Feijão Branco com Calabreza

Esta delícia me foi apresentada em uma ocasião especial, o “chá de bebê” oferecido por uma jovem e querida amiga gestante, na expectativa do nascimento de seu primeiro filho. Entre variadas e apetitosas iguarias lá estava ela, a sopa. O cenário era de final de tarde, com os raios solares …

Torta da Elisa

A denominação desta torta não é sem merecimento. O que me motivou a intitular como sendo de autoria da Elisa foi justamente pelo resultado da receita preparada pela jovem senhora, recém casada que, apesar da dedicação exclusiva e competente ao trabalho profissional, ainda encontra o tempo necessário para dedicar-se à …